E-commerces devem apostar na conciliação para controlar fluxo de caixa

E-commerces devem apostar na conciliação para controlar fluxo de caixa

[E-commerce News, 22-05-18] Uma das mais importantes ferramentas para a gestão das transações nas lojas online é a Conciliação, que, como o nome sugere, concilia todas as vendas realizadas com diferentes meios de pagamento, qual foi o montante recebido por cada um deles – e, no caso de cartões de crédito, o quanto veio de cada bandeira e as respectivas taxas de operação de cada uma delas – e os valores a receber. “Fazer esse controle manualmente é bastante complexo e pode levar a perdas financeiras, caso possíveis inconsistências não sejam notadas”, avalia Rodrigo Pellegrini, consultor de Conciliação Financeira da Braspag, empresa do grupo Cielo e líder em soluções para e-commerce na América Latina.

“O software de conciliação é um comparador de informações financeiras, que integra extratos de processadoras, bancos e arquivos de vendas para confrontar o fluxo de caixa previsto e realizado”, explica Pellegrini

De acordo com a empresa, o lojista deve avaliar se a solução de conciliação oferece os seguintes itens para que o controle do fluxo de caixa seja adequado:

– Importação de dados de diferentes fontes. Avalie se a solução de conciliação permite receber todas as transações de maneira rápida, permitindo, por exemplo, a integração de dados em diversos softwares ERP disponíveis no mercado ou mesmo de planilhas elaboradas em Excel. Com isso, elimina-se a necessidade de grandes interfaces com a área de TI para integrar as transações – o que requer mais tempo, equipe e dinheiro – tornando o processo de gestão de caixa mais ágil e eficaz.

– Emissão de  extratos de recebimento. Há soluções no mercado que conciliam o extrato de recebimento das vendas feitas por cada adquirente – empresas que conectam lojistas online e processam as transações financeiras realizadas por meio de cartões de crédito e débito. Desse modo, o lojista pode comparar os valores a receber com o que foi pago e ajustar possíveis inconsistências, a fim de ter maior controle financeiro do seu negócio.

Disponibilidade de mais informaçoes financeiras. Vale a pena investir em uma solução que possibilite o controle das taxas, receitas de ponto de venda, chargebacks, estornos, enfim, que detalhe todos os pontos da operação. Assim, o lojista poderá gerenciar melhor os seus recebíveis, e adotar decisões mais assertivas para o seu negócio.

“O ideal para o lojista é que os três pilares da gestão de vendas estejam integrados: extrato de venda, relatórios de adquirentes e extrato bancário. A conciliação é fundamental para facilitar processos que até pouco tempo eram bem complexos e poderiam comprometer a movimentação financeira da loja. Escolhendo a solução adequada e o parceiro certo, o lojista pode continuar focado em seu core business”, conclui Pellegrini.

Para saber mais sobre conciliação, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=SGRwVuIRix4&t=49s