Você já ouviu falar em autenticação 2.0?

Você já ouviu falar em autenticação 2.0?

A autenticação de vendas com cartão de crédito ou débito não é novidade no mercado. Também conhecida como “3DS”, a autenticação é a requisição de senha durante o processo de uma transação. Embora transações autenticadas sejam 100% a prova de Chargebacks, suas conversões costumam ser muito ruins.

Em 2016, quando Apple, Google e Samsung começaram a pressionar o mercado de carteiras mobile com suas “pays”, a EMVCo (comitê que reúne as maiores bandeiras do mundo) se movimentou em busca de uma maneira mais fácil e intuitiva de autenticar vendas desktop e mobile.

Através das muitas evoluções, o objetivo da autenticação 2.0 é aumentar a segurança dos lojistas, oferecer uma experiência de checkout mais fluida e aumentar consideravelmente a conversão dos pagamentos autenticados. Veja abaixo quais são as principais diferenças entre o 3DS 1.0 e 2.0.

 

Como era Como será
Somente os dados do cliente são enviados para autenticação. Além dos dados do cliente, informações do carrinho e de navegação também são enviadas para autenticação.
Todas as transações são autenticadas. Apenas transações suspeitas são autenticadas.
Redirecionamento do cliente para a tela do banco via lightbox. Não há mais redirecionamento, todo o processo ocorre via webservice.
Senha bancária como única fonte de autenticação. Selfie (reconhecimento facial), biometria e senhas temporárias podem ser utilizadas para autenticação.
Incompatível com mobile. Integração mobile nativa.
Somente bancos podem autenticar. Qualquer empresa homologada pela EMVCo pode autenticar transações.

Nem todos os bancos estão prontos para oferecer a novidade a seus lojistas e correntistas, mas dentre os que já disponibilizam formas de autenticação alternativas, os resultados são animadores. Segundo a Visa, o Banco Neon autenticou com sucesso 98% das suas vendas em agosto, com conversão de 90% através da autenticação por reconhecimento facial. O crescimento das aprovações é um avanço considerável sobre a marca anterior, onde apenas 4 em cada 10 transações eram aprovadas utilizando a autenticação por senha bancária.

A Braspag  já está pronta para você atualizar sua integração! Tem Interesse na solução? Fale com a gente