Abri um e-commerce. E agora?

Abri um e-commerce. E agora?

As lojas online são, cada vez mais, uma oportunidade acessível para empreender, mas o processo de criar e gerir um e-commerce é sempre alvo de muitas dúvidas. Se você está ou conhece alguém nesta situação, tenho algumas dicas que podem ajudar.

Em primeiro lugar, você precisa definir o seu público-alvo. Feito isso, é necessário pensar na estrutura. O site da loja precisa ser responsivo, ou seja, agradável, acessível e funcional tanto no computador como no celular. Outro ponto fundamental é o sistema de pagamentos. Ele precisa ser robusto, fácil de acessar e oferecer o máximo de segurança para que os consumidores confiem no seu negócio. Imagine se você vai fazer uma compra e o site da loja fica travando ou o checkout é confuso, cheio de telas e você sente que seus dados não estarão seguros. Você vai migrar para o concorrente, certo? O seu cliente também vai se isso acontecer.

O fluxo de caixa também é essencial para manter o seu negócio lucrativo. Tenha um sistema que monitore as vendas, estornos, recebimentos e as demais atividades financeiras para que você tenha controle não apenas dos lucros e custos, mas também uma visão do que vende mais e dá maior retorno. Caso não tenha condições de contratar este sistema, você terá que fazer isso manualmente, mas lembre-se que este trabalho demanda muito tempo e o risco de inconsistências é grande. Por isso, vale investir.

Por fim, e não menos importante, estão as entregas e o estoque. Determine o prazo de entrega de acordo com as condições reais e sempre deixe a disponibilidade dos produtos atualizada.

Com tudo em ordem, invista em divulgação. As redes sociais são ótimas aliadas para obter maior alcance com custo baixo. Fique de olho na concorrência e aproveite as datas de varejo para promoções. Usando estas dicas e sua criatividade, as chances do seu e-commerce ser um sucesso são muito maiores. Boa sorte!